09
maio
10

Primavera de 2009, Califórnia.

A neblina matinal trazida pelo Pacifico ainda empreguinava o jardim da minha casa. Era cedo, sem motivo algum, acordei sozinho, faltando apenas cinco minutos para o despertador tocar. Me sentei e fitei a imensidão azul do oceano à minha frente. De fato, era lindo. Meus pais foram transferidos do trabalho, então tivemos de nos mudar de Washington para cá. Ah, a propósito, moramos em Santa Maria agora. O despertador começou a tocar e eu me levantei. Um banho, era isso! Fui até meu banheiro e abri o chuveiro. Tirei a roupa e me enfiei debaixo d’água. Em poucos minutos, o banheiro todo estava tomado pelo vapor. Era bom ficar ali, pensando. Na verdade, estava com medo. Seria meu primeiro dia na Ontiveros Juan Paficifico School, uma das escolas particulares de Santa Maria. Eu havia implorado para que meus pais me deixassem estudar em casa, com a ajuda de um tutor. Mas me ouviram? Claro que não. “Você precisa de novos amigos, meu querido” Dizia minha mão. E isso realmente me irritava. Meus pais são jornalistas, meu pai é editor do jornal local, e minha mãe é correspondente do jornal das onze, exibido na costa oeste. A escola fica em West Rancho Verde, do outro lado da cidade, perto das montanhas. Desliguei o chuveiro e me enxuguei, que roupa deveria usar? OJPS não possui uniforme, foi o que me informaram, pelo menos, então, escolhi uma calça jeans skinny e uma camisa preta da banda Nirvana. Vesti meu all star preto e desci para tomar o café. Meus pais deviam estar dormindo, uma vez que não estavam em lugar algum. Me sentei na mesa arrumada por alguma empregada, e só consegui beber meio copo de suco de maracujá. Impaciente, voltei pro meu quarto e dei uma arrumada no cabelo, peguei minhas coisas e a chave do meu carro. Encontrei um post it jogado em cima da minha escrivaninha, onde uma letra cheia de contornos dizia “Tivemos de sair cedo. Espero que tudo corra bem na escola! Com amor, mãe” Sorri e desci as escadas devagar, pensando seriamente em voltar pra cama. Abri a porta que dava para uma segunda escadaria, aquela que nos levava à garagem. Meu Toyota Camry estava do mesmo jeito que eu havia deixado há três dias atrás. Entrei e joguei as coisas no banco do passageiro e liguei. Pisei no acelerador e fui saí pelas largas ruas da cidade. Estava tudo tão tranqüilo, bem diferente de Washington, onde havia filas e mais filas de carros no centro da cidade. A paisagem era bonita, bem… verde. Apesar da escola ser distante da minha casa, cheguei bem rápido, e fiquei mais assustado ainda. Dei a volta na escola e encontrei o estacionamento, parei ali, distante dos outros carros, liguei o rádio e imediatamente For You Blue, dos Beatles, começou a tocar. Fechei os olhos, e esperei que o sinal chegasse aos meus ouvidos, o que não demorou muito. “Merda, porque o tempo está passando tão rápido hoje?” Peguei minha mochila, desci do carro, e andei receoso, para o prédio à minha frente.

Continua.

Pro Mateus Fernandes.

Anúncios

0 Responses to “Primavera de 2009, Califórnia.”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Calendário

maio 2010
S T Q Q S S D
« mar    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Categorias

Baú

Twitter

readers online

Networks


%d blogueiros gostam disto: