Archive Page 2

04
dez
09

?

Qual sua virtude favorita? Qual vicio você mais despreza? O que você é mais capaz de perdoar? Qual sua caracteristica mais marcante? Do que você mais tem medo? Qual a qualidade que você mais preza em um homem? Qual a qualidade que você mais preza em uma mulher? O que você mais valoriza nos seus amigos? Qual seu principal defeito? Qual sua ocupação favorita? Qual seu sonho de felicidade?
Anúncios
01
dez
09

G. K. Chesterton escreveu

“Contos de fadas
não dizem às crianças que
dragões existem.
As crianças já sabem
que dragões existem.
Contos de fadas dizem
às crianças que
dragões podem ser mortos.”


28
nov
09

Everybody lies.

It’s a basic truth of the human condition that everybody lies. The only variable is about what.

[H]ouse M.D


28
nov
09

phineas mackfield – parte quinta

Este é um post da série Phineas Mackfield. Antes de ler, certifique-se que já leu os posts anteriores!

Dizem que o tempo cura tudo. Que a memória humana é fraca. Eu não via daquela maneira, memórias são fortes, foram vividas. Eu já me sentia atraído por aquela mulher estranha que se chamava Anne. Eu tinha de ficar com ela!

Depois de ter devorado em poucos minutos dois sanduiches, ele já começava a se sentir satisfeito. Embora é claro, tivesse espaço para mais um. Ele bebericou sua taça de vinho, olhou para Anne, que ainda estava na metade de seu segundo lanche. Eles não haviam se falado desde que começaram a comer. Então, você mora sozinha? Ela pareceu se assustar com a repentina quebra no silêncio. A voz de Phineas, que era grossa, parecia muito mais alta que o normal naquele silêncio todo. É, moro. Mas eu gosto, é tão calmo, ao tenho preocupações. Vendo algumas verduras para os vizinhos e com isso consigo fazer algumas compras quando é necessário, mas não é ruim comer o que planto. Que vida a boa era aquela. Phineas sentiu inveja daquela mulher pobre. E isso é de se surpreender, afinal, que possa em sã consciência sentia inveja de um pobre? E você? O tom dela parecia muito interessado, ela o olhava com muita atenção. Não. Moro com meus avós. Meus pais morreram há alguns anos atrás, eu estava entrando na adolescência, mas me lembro muito bem. Moro com eles desde então, e odeio –ele disse isso com muita entonação– viver com eles. Ele ficou em silêncio, e pegou mais um sanduiche. Anne não insistiu na conversa, se levantou e começou a retirar e guarda as coisas que havia usado para preparar o pequeno jantar. Phineas sabia que estava na hora de partir, mas era quase impossível sair de perto de Anne. Ele sabia que ali era muito melhor que sua casa, ela era uma companheira agradável… Posso-dormir-aqui-essa-noite? A frase saiu muito rápida, mas ele tinha certeza que ela tinha entendido. Ela sorriu e assentiu: Claro que pode. Tenho um quarto a mais aqui, irei arrumá-lo e você pode passar a noite lá. Ele sorriu em resposta enquanto ela subia as escadas estreitas de madeira.

02
nov
09

phineas mackfield – parte quarta

Este é um post da série Phineas Mackfield. Antes de ler, certifique-se que já leu os posts anteriores!

Anne convidou Phineas a se sentar, ele se sentou em uma velha cadeira que havia a um canto. Ela prontamente começou a preparar dois lanches, era incrível a maneira que ela manuseava a faca, como se tivesse trabalhado longos anos em um pub ou lugar do gênero. Era rápida e estava pouco concentrada, ele arrastou sua cadeira alguns centímetros para a esquerda, se a faca escapasse de suas delicadas mãos, acertaria sem dúvida alguma, uma parte do corpo do jovem. Desculpe a curiosidade, mas o que o senhor estava fazendo à essa hora naquele parque? Phineas olhou-a com interesse e então responde: Não precisa se desculpar, é natural o ser humano ter curiosidade. Dito isso, ela sorriu e encorajou-o a responder. Eu precisava esvaziar minha cabeça um pouco, minha família… Só faz bobagens, e isso me irrita muito.

Ele desviou os olhos daquela mulher, de alguma maneira a presença dela o fazia se sentir bem, e fora a primeira vez que contou a alguém que sua família o irritava tanto. Venha sentar-se a mesa comigo, vamos comer. Ela já estava sentada e dois pratos com um grande sanduíche em cada um estavam sob a mesa. Devagar e envergonhado, ele se sentou defronte a mulher e pegou seu sanduíche. Não havia percebido que estava morto de fome, a primeira mordida lhe deu um prazer estranho, ele nunca sentiu isso, o que devia significar que era a primeira vez que sentia fome. Ele se lembrou então como era a vida com a família Mackfield, fartura, luxuria e nenhuma privacidade. A família iria para o inferno, sem ter ao menos uma chance de ir ao purgatório se purificar e tentar ir para o paraíso. Mudarei a minha vida, tomarei a minha herança, meus pais sentirão orgulho de mim, não importa onde estejam.

01
nov
09

slowly killin’ and eat them

Every year thousands of kids enter on High School and so come to peer terrible pressure. Let’s face, High School can be tough and kids can be cruel, picking anothers for just being diffents. Well, I say fuck’em, cuz’ they don’t know any shit. What really matters is being yourself, and that includes slowly killing and then eat every boy in your school. So what I say is: Do it! Cuz’ nothing is more important than be WHO-YOU-ARE.

Tradução abaixo:

Todos os anos, milhares de crianças entram no colegial e começam a entrar numa grande depressão. Vamos encarar isso, o colegial pode ser duro e crianças podem ser crueis, implicam com outras, por serem apenas diferentes. Bem, eu digo foda- os, porque eles não sabem merda nenhuma. O que realmente importa é ser você mesmo, e isso inclui matar bem devagar e depois comer todos os garotos da sua escola. Então o que eu digo é: Vá em frente! Porque nada é mais importante do que ser QUEM-VOCÊ-É.

30
out
09

volte

Eu não sei o que deu em mim

De repente comecei a sentir

No peito um aperto forte

Só de pensar em te perder.

Só quero que volte

Aqui pra mim

Pois sem você não sou feliz

Volte , Por favor

Vamos reviver o nosso amor.

Por Mariana Duarte




Calendário

outubro 2017
S T Q Q S S D
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Categorias

Baú

Twitter

readers online

Networks